terça-feira, 24 de junho de 2008

A Morte

5 comentários:

Anónimo disse...

Gosto muito. Não da morte mas da foto e da sua relação poética com o título.
Sabes que mais? "Não somos nada. É que não somos rigorosamente nada".
Lua Verde

miguelrr disse...

Obrigado Lua Verde. Isso é que é resistência. Há mais visitantes, mas são poucos os que comentam, mas tu...
Obrigado.

Anónimo disse...

Morte... Por vezes é necessária alguma coragem para se falar deste tema. Ninguém, ou quase ninguém gosta de falar sobre a morte. Sendo ela natural ou provocada, o certo é que o Homem é o único ser na natureza que tem consciência de que vai morrer. E sendo um ser frágil vai ocultando essa certeza de si mesmo...Mas a certeza é esta...um pássaro, um homem...todo o ser vivo acaba por fim...na Morte!
EGO

miguelrr disse...

EGO, talvez a razão pela qual tirei a foto, tenha a haver com o que dizes.

Margarida Pino disse...

Encontrei-te na lista dos leitores do blogue do Nuno P.Custódio (meu filho). Gostei das tuas fotografias e, de repente, surpreendeu-me esta! Tenho uma parecida (acho a tua bem melhor conseguida). Não a posso mandar por aqui. Encontras, se te apetecer, em http://www.woophy.com. Procuras em membros e escreves : Margarida Pino.
O blogue em que mais participo é:
http://www.cucapino.spaces.live.com
Um abraço!